A Música em Nossas Veias

27/09/2011 09:39

 

A música é conhecida pelo seu grande poder de modificar as pessoas de acordo com seu estilo musical, o que pode trazer de uma grande alegria, até uma enorme convergência, pois nosso país é conhecido por sua grande diversidade de estilos musicais.

Um exemplo de como a música é uma forma magnífica de expressarmos nossos sentimentos é bem clara no filme ‘O som do coração’, que conta a história de uma criança superdotada que foi resultado de um romance curto entre dois músicos, um guitarrista e uma violoncelista.

Depois de um tempo, o garoto (Evan) nasce, mas o avô mente para sua filha dizendo que o bebê nasceu morto, o que não foi bem aceito por ela. Na verdade, o filho dela tinha sido mandado para um orfanato, onde cresceu. Cansado de não ter respostas para suas perguntas sobre sua verdadeira família, o garoto resolve sair atrás de respostas.

Ao sair do orfanato, ele encontra crianças que se sustentam através da música em shows de rua, onde ele tem o primeiro contato com um violão, o que mudou completamente sua vida. Ele demonstrou uma enorme facilidade em manusear aquele instrumento, com o qual ele nunca havia tido contato antes. Simplesmente, a clara percepção da música corria em suas veias, e que foi liberta de forma assombrosa e, ao mesmo tempo, divina.

Infelizmente, sua música não foi utilizada para o bem. Ele começou a ser explorado por um homem que se dizia seu amigo, mas não foi bem assim. Evan queria sua família, mas se via cada vez mais longe das respostas, até que ele consegue entrar em uma escola de músicos, onde teve a oportunidade de aprimorar a sua técnica.

A cada dia, sua música empolgava cada vez mais seus professores, que o colocavam em uma grande apresentação musical, onde talvez ele tivesse a oportunidade de seus pais ouvirem sua música e o encontrarem. Durante esse tempo, sua mãe descobre que o Evan não havia morrido, e que seu pai o tinha mandado a um orfanato, e ela se vê em uma busca incansável pelo seu filho perdido.

Chegado o dia da apresentação, o explorador tenta impedir o garoto de se apresentar, o que não foi o suficiente para segurar a força de vontade do mesmo, que se livrou do explorador com a ajuda de um amigo. Ele se dirigiu rapidamente ao ‘Central Park’ onde seria sua apresentação.

Ao começar sua apresentação, sua música fluiu pelo parque, como um vento suave e doce, que é resultado de uma mistura de música e instrumentos inusitados que produziam sons harmônicos e de um efeito surpreendente. Através de sua música, sua meta foi alcançada. Seus pais ouviram sua música e ficaram atraídos pela melodia, e foram guiados pelo som até o palco, onde tiveram o maior encontro de suas vidas.

Esse filme é uma demonstração de que a música corre em nossas veias, não importa o estilo musical. Esse garoto tinha um dom, e fez o uso desse dom para encontrar a sua família, o que nos inspira a sentir a música, e não somente ouvi-la.



Professora: Adriana Oliveira / Desing: Vinícius Delfino