Prêmio Microsoft: reconhecimento mundial para professores e escolas

23/09/2011 23:45
fonte: SEDU
--
O projeto Escola nas Nuvens ficou em 2º lugar na África do Sul

Professores e escolas da rede estadual que quiserem a chance de mostrar para o mundo seus projetos envolvendo tecnologia e educação – e repetir o sucesso de 2010 - devem ficar atentos. As inscrições para o Prêmio Microsoft Educadores Inovadores 2011 já começaram e seguem até o dia 26 de junho. Para participar, os interessados devem acessar o site www.educadoresinovadores.com.br e seguir as instruções. A premiação para as escolas públicas é dividida entre Educação Básica e Ensino Técnico.

Destaque no ano passado, a professora Adriana Silva Oliveira, responsável pelo projeto Escola nas Nuvens, da Escola Francisco Coelho Ávila Júnior, em Cachoeiro de Itapemirim, contou que participar do prêmio foi um momento muito intenso de troca de experiências. A unidade de ensino conseguiu o segundo lugar na etapa mundial, realizada em novembro, na África do Sul. O projeto foi o único brasileiro classificado entre os 25 semifinalistas de todo o mundo.

“Tivemos contato com professores de várias partes do mundo e conhecemos outras experiências bem-sucedidas de aplicação das tecnologias na educação. Além disso, compartilhamos o nosso projeto com educadores até de universidades estrangeiras”, relatou.

Ela afirmou ainda que a experiência foi enriquecedora e incentiva as escolas da rede a participarem. “Vale a pena se inscrever e participar. Estamos colhendo os frutos até hoje já que, com o uso das tecnologias nas aulas, os estudantes passaram a ter maior interesse pelo conteúdo. É uma forma de unir o útil ao agradável”, comentou.

Adriana ressaltou que o projeto premiado é realizado até hoje na escola, tendo inclusive estimulado os próprios alunos em outras iniciativas. “É importante continuar com a ideia para além da premiação. Também já estamos trabalhando com outro projeto, o de um jornal online”, revelou.

Ainda representaram o Brasil na África do Sul o Centro Estadual Integrado de Educação Rural (CEIER) de Vila Pavão, com o projeto Campo Sustentável, e o Colégio Pedro II, do Rio de Janeiro, com o projeto Ecologia em Foco.

O prêmio

O Prêmio Educadores Inovadores conta com três etapas. Para a premiação nacional, que será realizada em São Paulo, no dia 3 de agosto, serão selecionados 21 projetos. Os melhores trabalhos serão premiados com um notebook contendo softwares Microsoft.

Os vencedores da etapa brasileira vão apresentar os projetos no Fórum Regional da Microsoft para a América Latina, que será realizado no Chile, entre agosto e setembro. Essa etapa vai classificar os melhores trabalhos para o Worldwide Innovative Education Forum, que acontece em novembro, em Washington, Estados Unidos.

Categorias

Os inscritos para a Educação Básica vão concorrer em três categorias: Inovação em Comunidade, Inovação em Colaboração e Inovação em Conteúdo. Os educadores que se inscreverem em uma dessas três categorias poderão ser remanejados pelo Comitê de Seleção para duas categorias especiais: Inovação em Contextos Desafiadores e Uso Avançado de Tecnologias Microsoft na Aprendizagem.

Todos os finalistas de Educação Básica serão automaticamente classificados para a categoria Educador Inovador, cujos vencedores serão escolhidos por meio do voto popular. Já no Ensino Técnico podem concorrer professores de disciplinas da área de Tecnologia da Informação, na categoria Educador Inovador – Escola Técnica.


Escola nas Nuvens

O projeto foi desenvolvido pela Escola Ávila Junior com a ideia de acabar com a dependência, dos alunos e professores, de discos físicos como pen-drive, CDs, DVDs e HDs, já que o projeto possibilita que todo tipo de material didático utilizado, além dos trabalhos dos alunos, sejam salvos e armazenados na internet. Os resultados beneficiaram todos os 1.300 alunos da escola, além de professores e a comunidade escolar, que puderam interagir, participar e socializar o conhecimento.

 


Professora: Adriana Oliveira / Desing: Vinícius Delfino